(055) 3422-1465      contato@anaportoalegre.com.br    |   

O que precisamos saber sobre queda de cabelo?

Quando em demasia, a queda de cabelo, de fato, assusta. Segundo especialistas, perder até 100 fios por dia é considerado normal, mas quando a queda é maior e mais frequente que isso, é hora de procurar ajuda. Vamos tentar entender melhor a queda de cabelo?

O motivo

A queda de cabelo pode acontecer por diversos fatores diferentes e não necessariamente relacionados. Recomenda-se observar o período da queda, que nem sempre acontece no mesmo momento em que o fator desencadeante age. Também é fundamental reparar se os cabelos estão apenas caindo ou se, além disso, novos fios não estão nascendo. Se o fator de risco provocar grandes falhas na região, deixando o couro cabeludo à mostra, o dermatologista deve ser consultado imediatamente.

Conheça as causas mais comuns:

Ferramentas de calor, como secador e chapinha, além de desencadearem a queda, podem também provocar a quebra dos fios, especialmente os mais frágeis. Neste caso, deve-se interromper o uso o quanto antes.

Estresse provoca quedas intensas e pode acontecer após traumas físicos/ emocionais, gestação ou algumas doenças e infecções. Nessas situações, o hormônio cortisol é mais secretado pelo organismo e leva a uma perda maior do cabelo.

Procedimentos químicos como escova progressiva, relaxamento, tintura ou descoloração agridem demais o cabelo. A solução é dar um tempo nesses recursos e investir na recuperação dos fios.

Alterações hormonais são uma importante causa de queda de cabelo e podem acontecer em diversas fases da vida. O uso contínuo de anticoncepcional ou problemas na tireoide, por exemplo, podem interferir no ciclo dos hormônios.

Medicamentos como antidepressivos, anticoagulantes ou remédios para pressão alta não raro provocam a queda de cabelo como efeito colateral, especialmente quando estão sendo usados por muito tempo.

Doenças no couro cabeludo, como alopécia, foliculite, dermatite seborreica, provocam intensa queda de cabelo. Nenhuma dessas complicações têm cura, mas tem controle. Procure um dermatologista para seguir um tratamento.

O Tratamento

O tratamento depende basicamente da causa. Alguns produtos, como shampoos e condicionadores antiqueda e antiquebra; máscaras e ampolas de hidratação; cremes de limpeza; loções capilares e etc, podem ajudar no tratamento, mas não são a única solução. Muitas vezes também é necessário apostar em um medicamento tópico ou oral e até mesmo em suplementos nutricionais. Outros procedimentos dermatológicos, como laser, carboxiterapia, implante e transplante capilar também são opções terapêuticas.

Prevenção

Reduza a carga de estresse do dia a dia e se permita a algumas atividades que deem prazer;

Não use medicamentos como antidepressivos, anticoagulantes ou anticoncepcional por conta própria, somente com receita médica;

Mantenha uma alimentação rica em nutrientes necessários para o organismo, pois a queda de cabelo também pode ser causada por dietas restritivas.

Fonte: Medical Site

26 de Dezembro de 2019

Agende sua consulta!